31 outubro 2014

TCN Blog Awards 2014 - Rick's Cinema tem dez nomeações

 Há dois anos tivemos seis nomeações, o ano passado mantivemos as mesmas nomeações. Este ano obtivemos dez nomeações. Pela primeira vez posso orgulhosamente falar do Rick's Cinema como um blog colectivo (curiosamente pelas regras até poderia ir como blog individual), visto que sem o contributo do Hugo teriam sido menos duas nomeações. Espero que estas nomeações do Hugo também sirvam de incentivo para o crescimento do blog, algo que só poderá acontecer se o Rick's Cinema deixar de estar excessivamente dependente de mim, ou seja, se o Hugo assumir um papel mais preponderante (encontrar novos membros para o blog é complicado, sobretudo quando a remuneração que podemos oferecer é zero e o máximo que isto nos dá é despesa, para além de eu ter um feitio de merda). Voltando aos TCN. Existe quem desvalorize os TCN, existe quem valorize em demasia, eu não esqueço o papel que os prémios tiveram para a divulgação deste espaço independentemente de parecermos o Sporting lá do sítio, ou seja, participamos em todas as competições mas raramente ganhamos. Para não sermos o "American Hustle" dos TCN Blog Awards 2014 precisamos dos votos de quem nos lê, algo que recompensaria e muito o nosso trabalho e permitiria uma fuga aos penosos últimos lugares (para além de nos poder fazer sonhar com alguma vitória). A maior derrota desta edição foram os posts dedicados ao cinema asiático terem sido todos ignorados, mas também é impossível não exibir algum júbilo em verificar que fomos nomeados para todas as categorias a que concorremos. Tivemos algumas surpresas. Eu esperava que a crítica a "The Grandmaster" tivesse alguma chance, o Hugo esperava que fosse a crítica dele a "A Imagem que Falta", no final o que importa é que a Academia gostou do texto do "Wadjda", uma das estreias bastante recomendáveis. Eu esperava que a entrevista ao Lamberto Bava fosse escolhida, mas a Academia escolheu a do Carlos Gerbase (que aborda questões relevantes sobre a distribuição de filmes e foi um dos cineastas mais afáveis que entrevistei). Aproveito ainda para dar os parabéns ao Carlos Reis pela organização de mais uma edição dos TCN, algo que dá imenso trabalho e permite dar algum destaque à blogosfera (tal como nos Oscars e em tudo o que envolve prémios não dá para ser consensual em tudo, que digam os senhores que escandalosamente escolheram o Messi para melhor jogador do Mundial 2014).

 O papel do Carlos Reis é essencial, quer nos TCN, quer como blogger, quer no que faz na Take. Tenho a certeza que eu não teria a paciência que ele tem para organizar os TCN, mas ano após ano tem sido um prazer ver o crescimento do evento. Em alguns casos vai ser complicado estar a pedir para votarem no Rick's Cinema (veja-se o caso da categoria de página do Facebook onde o Girl on Film tem tudo o que uma página do Facebook deve ter: personalidade, regularidade, originalidade e qualidade), sobretudo quando nos encontramos a concorrer em categorias com o Girl on Film, Split Scren, Cinematograficamente Falando (administrado por alguém que daqui a alguns anos vai admitir a genialidade do Hong Sang-soo), entre muitos outros. Espero nesta edição encontrar ainda algo de novo: não ter de ouvir a ladainha dos blogs populares contra não populares. Cada um tem os seus leitores e seguidores e se foram nomeados foi por alguma razão. Nesta edição temos ainda a alteração a nível dos locais de voto, desta vez distribuídos por vários blogs. Aproveito ainda este post para agradecer pelas dez nomeações, algo que me deixa bastante satisfeito. Dificilmente iremos repetir este número e é algo que nos dá um fôlego extra para continuarmos a procurar melhorar. Agora que comecem as campanhas e que exista uma "competição" saudável entre bloggers. Nós começamos desde já a exibir a alegria que o Shikabala demonstrou no Egipto perante as nossas dez nomeações:



As nomeações foram as seguintes:

- Blogue Colectivo (Rick's Cinema).
- Blogger (Aníbal Santiago).
- Crítica de Cinema - "Wadjda".
- Crítica de Televisão - "Band of Brothers".
- Artigo de Cinema ("Greta Garbo - As divindades também assinam contratos" e "MGM - Passado, Presente e Futuro").
- Entrevista - Entrevista a Carlos Gerbase sobre "Menos que nada".
- Reportagem/Cobertura (Lisbon & Estoril Film Festival 2013 e 8 1/2 Festa do Cinema Italiano).
- Página do Facebook (Rick's Cinema).

Notícias - 31 de Outubro de 2014 - Ricky Gervais e Eric Bana vão protagonizar remake de "Envoyés très spéciaux"; Primeira imagem de "Pride and Prejudice and Zombies"; Novo quad de "The Woman in Black: Angel of Death"; Clip e featurette de "The Theory of Everything"; Catherine Zeta-Jones ganha companhia no elenco de "The Godmother"; TV Spot de "The Hunger Games: Mockingjay - Part 1"; David Leslie Johnson vai escrever o argumento da nova adaptação cinematográfica de "Something Wicked This Way Comes"; Benedict Cumberbatch e Keira Knightley no novo clip de "The Imitation Game"; David Oyelowo como Martin Luther King Jr na nova imagem de "Selma"; Quatro posters de "Dragon Blade"; Gal Gadot fora do elenco de "Ben-Hur"; "Still Alice" ganha um novo clip; Novo poster internacional de "Ouija"

- Foi divulgada a primeira imagem da adaptação cinematográfica de "Pride and Prejudice and Zombies", um livro escrito por Seth Grahame-Smith. A imagem apresenta Lily James como Elizabeth, Bella Heathcote como Jane, Ellie Bamber como Lydia, Millie Brady como Mary, e Suki Waterhouse como Kitty.
O filme é realizado por Burr Steers ("Igby Goes Down") e conta no elenco com Charles Dance, Lena Headey, Matt Smith, Lily James, Sam Riley, Bella Heathcote, Jack Huston, entre outros. O enredo coloca os clássicos personagens criados por Jane Austen a enfrentarem zombies. 

- Foi divulgado mais um clip e um featurette de "The Theory of Everything". O filme é realizado por James Marsh ("Man on Wire"), através do argumento de Anthony McCartern.
O enredo de "The Theory of Everything" centra-se na relação entre Stephen Hawking - um físico portador de esclerose lateral amiotrófica, uma doença neurodegenerativa que paralisa os músculos do corpo - e a sua esposa.


- O The Hollywood Reporter noticiou que David Leslie Johnson ("Wrath of the Titans") vai escrever o argumento da nova adaptação cinematográfica de "Something Wicked This Way Comes", um livro escrito por Ray Bradbury. Esta adaptação marca a estreia de Grahame-Smith (autor de livros como "Abraham Lincoln: Vampire Hunter") na realização cinematográfica. Vale a pena recordar que "Something Wicked This Way Comes" já tinha sido adaptado ao grande ecrã em 1983.
 O livro foi publicado em Portugal com o título "Algo Maligno vem aí" e tem a seguinte sinopse (via Wook): O espectáculo está prestes a começar. O circo chega pouco depois da meia-noite, nas vésperas do Halloween. O que fariam se os vossos desejos secretos fossem concedidos pelo misterioso líder do circo, o Sr. Dark? O circo a todos chama com promessas sedutoras de juventude eterna e sonhos por cumprir…
Dois amigos adolescentes, Jim Nightshade e Will Halloway, são incapazes de resistir às atracções. A sua curiosidade de rapazes fá-los descobrir o segredo oculto nos labirintos, fumos e espelhos do tenebroso circo.
Inconscientes do perigo em que se vêem envolvidos, uma terrível perseguição é posta em marcha e Jim e Will tudo terão que fazer para salvar as suas vidas. Mas, acima de tudo, as próprias almas...

-  Foram divulgados quatro posters de "Dragon Blade" (Tian jiang xiong shi), um filme que conta no elenco com John Cusack, Adrien Brody, Jackie Chan, Sharni Vinson, Peng Lin, entre outros. O filme é realizado por Daniel Lee ("White Vengeance").

  John Cusack vai dar vida a Lucius, um general Romano que lidera uma legião de soldados em direcção à China. Adrien Brody vai interpretar Tiberius, um indivíduo sedento de poder que assassinou Crassus, um cônsul romano. Tiberius persegue Lucius, surgindo acompanhado por um contingente de cem mil militares. Jackie Chan vai dar vida ao comandante do protectorado das regiões ocidentais, procurando colaborar com Lucius tendo em vista a proteger as fronteiras e a soberania da China.

- O The Hollywood Reporter noticiou que Gal Gadot ("Batman V Superman: Dawn of Justice") teve de rejeitar a proposta para interpretar Esther na nova adaptação de "Ben-Hur". A decisão da actriz foi tomada devido a estar ligada a vários filmes de super-heróis da DC Comics (onde vai interpretar a Wonder Woman) "Ben-Hur" conta no elenco com Toby Kebbell, Jack Huston e Morgan Freeman.

Huston vai dar vida ao protagonista do filme, enquanto que Freeman vai interpretar Ildarin. Kebbell vai dar vida a Messala. O filme vai ser realizado por Timur Bekmambetov. O argumento inicial foi escrito por Keith Clarke ("The Way Back"), tendo posteriormente sido alvo de revisões por parte de John Ridley ("12 Years a Slave").

- A Variety noticiou que Eric Bana e Ricky Gervais vão protagonizar o remake da comédia francesa "Envoyés très spéciaux". “Special Correspondents” vai ser realizado por Ricky Gervais, através do argumento do próprio. O filme original foi realizado por Frédéric Auburtin e contava no elenco com Gérard Jugnot, Gérard Lanvin, Omar Sy, entre outros. O enredo centra-se num jornalista de uma rádio de Nova Iorque. A arrogância e o estilo de vida errático deste elemento conduziram a que a sua carreira entrasse num ocaso. Com a carreira em perigo, o protagonista decide fingir que se encontra a efectuar reportagens de guerra, encontrando-se escondido no interior de um restaurante espanhol localizado em Manhattan.

- Foi divulgado um novo poster internacional de "Ouija", a adaptação cinematográfica do jogo de tabuleiro homónimo. O filme é realizado pelo estreante Stiles White, através do argumento do próprio e Juliet Snowden. "Ouija" conta no elenco com Olivia Cooke, Daren Kagasoff, Douglas Smith, Bianca A. Santos, Ana Coto, Douglas Smith, Robyn Lively, Shelley Hennig, entre outros.
 "Ouija" é um célebre jogo da Hasbro que consiste numa superfície plana com letras, números ou outros símbolos em que se coloca um indicador móvel, sendo utilizada para supostamente comunicar com espíritos. O enredo de "Ouija" centra-se num grupo de amigos que é obrigado a enfrentar os seus maiores medos ao despertar os poderes de um espírito maléfico.

- Foi divulgado um novo clip de "Still Alice", a adaptação cinematográfica do livro homónimo escrito por Lisa Genova. O filme é escrito e realizado por Richard Glatzer e Wash Westmoreland (dupla de “The Last of Robin Hood”). "Still Alice" conta no elenco com Kristen Stewart, Alec Baldwin, Kate Bosworth, Julianne Moore, entre outros.

"Still Alice" foi publicado em Portugal com o título "Ainda Alice" e conta com a seguinte sinopse (via Wook): O mundo de Alice é perfeito. Professora numa conceituada universidade, é feliz com o marido, os filhos, a carreira. E tem uma mente brilhante, admirada por todos, uma mente que não falha… Um dia, porém, a meio de uma conferência, há uma palavra que lhe escapa. É só uma palavra, um brevíssimo lapso. Mas é também um sinal de que o mundo de Alice começa a ruir. Seguem-se as idas ao médico e, por fim, a certeza de um diagnóstico terrível. Aos poucos, Alice vê a vida a fugir-lhe. Amada pela família, unida à sua volta, é ela que se afasta, suavemente arrastada para o esquecimento, levada pela Alzheimer.
Ainda Alice é a narrativa trágica, dolorosa, de uma descida ao abismo, o retrato de uma mulher indomável, em luta contra as traições da mente, tenazmente agarrada à ideia de si mesma, à memória de uma vida e de um amor imenso. 



- O The Wrap noticiou que Jon Bernthal, Catalina Sandino Moreno, Oscar Jaenada e Mehdi Dehbi vão juntar-se a Catherine Zeta-Jones ("Traffic") no elenco de "The Godmother", um filme realizado por Eva Sørhaug ("90 Minutes"). O filme é inspirado em factos reais. Zeta-Jones vai interpretar Griselda Blanco, a primeira e única mulher a sobressair no interior dos cartéis da droga colombianos. O reinado de terror desta mulher conduziu a que ganhasse alcunhas como La Madrina, Black Widow, e Cocaine Godmother.

- Já se encontra online um novo TV Spot de "The Hunger Games: Mockingjay - Part 1". O TV Spot é centrado em Peeta. O filme é realizado por Francis Lawrence ("The Hunger Games: Catching Fire"). "The Hunger Games: Mockingjay" conta no elenco com Natalie Dormer, Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Woody Harrelson, Elizabeth Banks, Philip Seymour Hoffman, Jeffrey Wright, Stanley Tucci, Donald Sutherland, Stef Dawson, Evan Ross, Robert Knepper e Julianne Moore.
 "The Hunger Games: Mockingjay" foi publicado em Portugal com o título: "Os Jogos da Fome - Revolta" e tem a seguinte sinopse (Bertrand): Katniss Everdeen não devia estar viva. Mas, apesar dos planos do Capitólio, a rapariga em chamas sobreviveu e está agora junto de Gale, da mãe e da irmã no Distrito 13. Recuperando pouco a pouco dos ferimentos que sofreu na arena, Katniss procura adaptar-se à nova realidade: Peeta foi capturado pelo Capitólio, o Distrito 12 já não existe e a revolução está prestes a começar. Agora estão todos a contar com Katniss para continuar a desempenhar o seu papel, assumir a responsabilidade por inúmeras vidas e mudar para sempre o destino de Panem - independentemente de tudo aquilo que terá de sacrificar…




- Foi divulgado um novo quad de "The Woman in Black: Angel of Death". O filme é realizado por Tom Harper ("The Scouting Book for Boys", "The Borrowers"), através do argumento de Jon Crocker ("Desert Dancer"). "The Woman in Black: Angel of Death" conta no elenco com Jeremy Irvine ("War Horse"), Phoebe Fox ("Switch"), Helen McCrory, Oaklee Pendergast, entre outros.

 "The Woman in Black: Angel of Death" tem a seguinte sinopse: Confiscada pelo governo e convertida num hospício para militares durante a II Guerra Mundial, a súbita chegada de um grupo de crianças à célebre casa Eel Marsh Harsh desperta o seu mais obscuro habitante. Eve, uma jovem e bela enfermeira, é enviada para tomar conta dos pacientes mas cedo descobre que os terá de salvar de algo mais perigoso do que os seus demónios interiores.

- Já se encontra online o segundo clip de "The Imitation Game", um filme protagonizado por Benedict Cumberbatch. O clip centra-se no momento em que Alan Turing trava conhecimento com Joan Clarke.
O filme é realizado por Morten Tyldum ("Headhunters"), através do argumento de Graham Moore. "The Imitation Game" conta no elenco com Mark Strong ("Tinker Taylor Soldier Spy"), Matthew Goode ("Stoker"), Benedict Cumberbatch ("Star Trek Into Darkness"), Keira Knightley ("Anna Karenina"), entre outros. O enredo de "The Imitation Game" é inspirado na vida do britânico Alan Turing, um matemático, criptoanalista e cientista. Turing ficou conhecido durante a II Guerra Mundial, após ter decifrado o código Enigma da Alemanha Nazi.



Foi divulgada uma nova imagem de "Selma", um filme realizado por Ava DuVernay ("I Will Follow"). O filme conta no elenco com David Oyelowo, Carmen Ejogo, Tom Wilkinson, Andre Holland, Omar J. Dorsey, Tessa Thompson, Tim Roth, entre outros. A imagem centra-se em David Oyelowo como Martin Luther King Jr.
Selma é o nome de uma pequena cidade no Alabama que abrigou um dos momentos mais marcantes da luta dos negros pelos direitos civis, a marcha histórica para Montgomery. Esta marcha contou com a presença de elementos como Martin Luther King Jr. e Amelia Boynton, tendo sido interrompida por actos de violência e racismo contra os negros. Esta situação conduziu o então Presidente dos EUA Lyndon B.Johnson a procurar assinar o Civil Rights Act.

- Em actualização ao longo do dia...

Resenha Crítica: "The Banquet" (Ye yan)

 Livremente baseado em "Hamlet" de William Shakespeare e "Ghosts" de Henrik Ibsen, "The Banquet" não poupa em cenários requintados, um guarda-roupa vistoso e lutas coreografadas com enorme beleza, enquanto nos apresenta a uma história onde as traições, o amor, a morte e a vingança surgem em doses bastante salientes. Realizado por Feng Xiaogang, "The Banquet" tem como pano de fundo a China durante o final da dinastia Tang, no início do Século X d.C., descrito no filme como o período das "5 Dinastias e os 10 Reinos" devido à enorme convulsão política no território, onde os insurgentes proclamaram os seus próprios reinos. No início do filme somos apresentados a Wu Luan (Daniel Wu), o filho do Imperador, um jovem adulto que decidiu partir devido ao seu pai se ter casado com Wan (Zhang Ziyi), a sua amada. Wu Luan passou a dedicar-se ao teatro, participando num grupo teatral onde estes elementos utilizam máscaras brancas como forma de expressarem as suas emoções pelo olhar. As próprias vestes destes actores são brancas, enquanto o cenário exterior ao local dos ensaios é marcado pela presença de espaços verdejantes e bambus. É então que Wu Luan recebe a notícia de que o pai foi eliminado pelo seu tio, Li (Ge You), que logo assume o título de imperador. A imperatriz envia um conjunto de elementos para avisar Wu Luan, enquanto Li ordena aos seus homens que eliminem o herdeiro. Ficamos inicialmente perante dois planos da narrativa. Num lado temos Li a procura trazer a ambiciosa Wan para o seu lado, embora esta pareça continuar fiel a Wu Luan, com o palácio a encontrar-se rodeado de uma atmosfera de alguma tensão. No outro plano temos os elementos do grupo de teatro a serem eliminados sem apelo nem agravo pelos homens do novo imperador, apesar de Wu Luan conseguir escapar com vida. Nestes combates já encontramos elementos muito típicos dos wuxia, que vão desde as cenas de acção a parecerem autênticos bailados, passando pela procura de explorar elementos históricos de modo algo fantasioso, com as artes marciais a terem grande relevância. As lutas por vezes parecem autênticos bailados, mas a violência e os desfechos destes combates são sentidos, ou não faltasse o sangue a saltar dos corpos a indicar que o final de uma vida pode estar a aproximar-se. Wu Luan regressa ao reino, onde encontra a Imperatriz do lado do novo Imperador e tem à sua espera Qing Nu, a filha do ministro Yin, uma jovem que se encontra apaixonada pelo personagem interpretado por Daniel Wu. Wu Luan sempre pareceu querer afastar-se da vida da corte, mas as circunstâncias obrigam-no ao regresso, sendo um homem das artes e não do combate. O reencontro entre Wu e Wan é marcado por algum ressentimento e noção de que ainda sentem algo um pelo outro, apesar desta ter planos distintos em marcha. A tensão encontra-se ao rubro no palácio, algo visível quando o Governador Pei Hong chama "Imperatriz Viúva" à personagem interpretada por Zhang Ziyi, dando a entender que Li é um usurpador e tudo que se está a passar no reino é um escândalo, com esta nomenclatura a ser recebida com enorme desagrado por parte deste último.

Pei Hong é assassinado de forma cruel, demorada e dolorosa, com todo o seu clã a ser eliminado, enquanto a Imperatriz mantém-se do lado de Li, apesar de contar com uma agenda muito própria. Wu Luan encontra-se em maus lençóis e parece saber disso, sobrevivendo a um plano inicial onde procuram eliminá-lo nos ensaios para o espectáculo da coroação de Wan, até ser enviado para o território dos Khitan, em troca do herdeiro destes, apesar do imperador saber que os elementos do último reino enviaram um mero camponês. O plano de Li passa por Wu Luan ser eliminado durante a viagem, algo que falha devido ao protagonista ser salvo por Yin Sun, o filho do general Yin Taichang. Este último também é pai de Qing Nu, surgindo como um homem cujos ideais parecem andar ao sabor do vento. Perante a suposta eliminação do rival, Li parece sentir-se com confiança suficiente para marcar um banquete (aquele que dá título ao filme) onde devem constar todos os elementos do reino, uma celebração que promete ser o palco ideal para ódios antigos, ressentimentos, traições e planos variados serem colocados em prática. O regresso de Wu Luan é esperado, com o clímax a surgir marcado por excessivas reviravoltas, algo que até tira algum impacto aos acontecimentos, onde nem o protagonista parece completamente livre de perigo. Daniel Wu consegue exibir eficazmente a relutância do seu personagem em assumir todo um papel de maior relevo, embora convença-nos que o mesmo conta com a capacidade para poder organizar a revolução esperada, apesar de por vezes parecer faltar determinação para a colocar em prática. Wu sobressai, mas o maior destaque do elenco é Zhang Ziyi como esta mulher fatal, calculista, sensual, capaz de utilizar o seu corpo para conseguir os seus intentos, pensando nos seus actos atempadamente embora os seus planos também possam ter erros. Vestida maioritariamente de vermelho ou preto, esta guarda um mistério no seu olhar que nos deixa muitas das vezes na dúvida em relação aos seus intentos, embora seja notório que tenha uma enorme sede de poder. Feng Xiaogang consegue aproveitar com alguma eficácia os recursos destes actores para a interpretação, embora o filme conte ainda com vários outros elementos que despertam à atenção. Veja-se Ge You como o ambicioso imperador Li, bem como a muito talentosa Zhou Xun como a frágil Qing, uma mulher que mantém uma relação de enorme proximidade com o protagonista. O argumento de Qiu Gangjian e Sheng Heyu consegue com alguma habilidade explorar alguns dos personagens principais que rodeiam o enredo e os seus relacionamentos intrincados (veja-se o caso do relacionamento problemático entre Wu Luan e Wan), para além de conseguir abordar com alguma eficácia os jogos pela disputa de poder que ocorrem no interior e exterior do palácio, um local onde as emoções se encontram prestes a explodir.

Como salienta um personagem, mais venenoso do que o pior dos venenos só mesmo o coração humano, com o filme a colocar-nos perante um conjunto de personagens cuja ambição parece toldar-lhes os seus sentidos de moralidade, que o digam Li e Wan. Não é apenas o elenco que sobressai ao longo do filme. Feng Xiaogang conta com uma equipa competente na criação deste filme de época. A cinematografia de Zhang Li, Xie Ze e Lam Fai-tai é um desses exemplos, sobressaindo a capacidade de aproveitamento das cores e da iluminação ao serviço da narrativa. O palácio é o melhor exemplo, marcado por cores entre o vermelho e o castanho, com a iluminação a por vezes dar um tom de ocre. Veja-se ainda a cena em que a imperatriz encontra-se a tomar banho numa banheira de largas proporções, rodeada de pétalas vermelhas e brancas, algo que atribui alguma sensualidade ao momento. Os cenários interiores foram elaborados com cuidado, bem como o guarda-roupa, procurando evocar o tom de época, uma situação que vai desde as luxuosas vestimentas da imperatriz, passando pelas armaduras dos soldados e as máscaras dos elementos do grupo de teatro do protagonista. Temos ainda um conjunto de cenas de acção marcadas por coreografias que não surpreendem, mas nem por isso nos desiludem, onde os corpos e as espadas praticamente parecem bailar pelo ar e as emoções são sentidas. Um desses exemplos acontece logo no início quando a trupe do protagonista é atacada, para além da cena na neve onde este supostamente iria para Khitan. Também é certo que por vezes estilo parece sobressair em relação à substância, com Feng Xiaogang a parecer estender em demasia a obra para o argumento que realmente apresenta, por vezes marcado por alguma previsibilidade, bem como uma certa incapacidade de explorar a forma como os restantes elementos do reino se posicionam em relação a todas estas manobras. A própria relação entre Qing e Wu Luan raramente é explorada com a devida eficácia, bem como o relacionamento desta com a família, existindo subtramas que são lançadas mas nem por isso abordadas de forma satisfatória. "The Banquet" não é uma obra propriamente inovadora no interior deste subgénero, nem é a mais elaborada, embora consiga entregar com competência quase tudo aquilo que promete, deixando-nos perante um drama de época mesclado com elementos de artes marciais, onde um reino se prepara para viver períodos de grande convulsão e Zhang Ziyi tem mais uma interpretação de relevo. 

Título original: "Ye yan".
Título em inglês: "The Banquet". 
Realizador: Feng Xiaogang.
Argumento: Qiu Gangjian e Sheng Heyu.
Elenco: Zhang Ziyi, Ge You, Daniel Wu, Zhou Xun.

30 outubro 2014

Notícias - 30 de Outubro de 2014 - Seth Rogen vai interpretar Steve Wozniak no novo filme biográfico sobre Steve Jobs; Reese Witherspoon e Joaquin Phoenix na nova imagem de "Inherent Vice"; "A Most Violent Year" ganha um novo poster; Novas imagens e fotos do set de "Terminator: Genisys"; Primeiro clip de "Interstellar"; Novo trailer e poster de "The SpongeBob Movie: Sponge Out of Water"; Michael Bay pode realizar "13 Hours"; Teaser trailer e teaser poster de "Ex Machina"; Naomi Watts, Susan Sarandon e Elle Fanning vão protagonizar "Three Generations"; Dois novos TV Spots de "Exodus: Gods and Kings"; Dev Patel e Nicole Kidman vão protagonizar "Lion"

- Foram divulgados dois TV Spots de "Exodus: Gods and Kings", o novo filme de Ridley Scott. O argumento do filme foi originalmente escrito por Adam Cooper e Bill Collage, tendo posteriormente sido rescrito por Steve Zaillian. O elenco deve contar com elementos como Ben Kingsley ("Iron Man 3"), John Turturro ("Fading Gigolo"), Sigourney Weaver ("Alien"), Aaron Paul ("Breaking Bad"), Joel Edgerton ("The Great Gatsby") e Christian Bale ("The Dark Knight Rises").
O enredo do filme é baseado na história de Moisés. De acordo com lenda, Moisés liderou o povo judeu na fuga da escravidão no Antigo Egipto, tendo instituído a Páscoa Judaica. Depois guiou seu povo através de um êxodo pelo deserto durante quarenta anos, que se iniciou através da famosa passagem em que Moisés abre o Mar Vermelho, para possibilitar a travessia segura dos judeus. Segundo a Bíblia, Moisés recebeu no alto do Monte Sinai as Tábuas da Lei de Deus, contendo os Dez Mandamentos. Christian Bale vai dar vida a Moisés; Edgerton vai interpretar Ramsés II; Ben Kingsley pode dar vida a um erudito hebraico; John Turturro vai interpretar Seti, o pai de Ramsés; Weaver pode dar vida a Tuya, a tutora de Ramsés. Aaron Paul vai interpretar Joshua, um escravo hebraico.





- Foi divulgado um novo teaser poster e um teaser trailer de "Ex Machina", um filme de ficção-científica que marca a estreia do argumentista Alex Garland ("Dredd") na realização cinematográfica. O filme conta no elenco com Alicia Vikander, Oscar Isaac, Domhnall Gleeson, entre outros.
 O enredo de "Ex Machina" acompanha um programador milionário que escolhe um jovem funcionário para ajudá-lo a testar uma robô do sexo feminino, que conta com inteligência artificial.



- O The Hollywood Reporter noticiou que Michael Bay encontra-se em negociações para realizar "13 Hours", a adaptação cinematográfica do livro homónimo da autoria de Mitchell Zuckoff. O argumento está a cargo de Chuck Hogan. O enredo centra-se no ataque a uma base dos EUA na Líbia que conduziu à morte do embaixador J. Christopher Stevens.

- Já se encontra online o primeiro clip de "Interstellar", um filme realizado por Christopher Nolan ("The Dark Knight Rises"). O argumento original foi escrito por Jonathan Nolan ("The Prestige").O filme conta no elenco com John Lithgow, Ellen Burstyn, Mackenzie Foy, Casey Affleck, Bill Irwin, Jessica Chastain, Anne Hathaway, Matthew McConaughey, Michael Caine, Topher Grace, entre outros.

 O argumento de "Interstellar" é inspirado nas teorias de Kip S. Thorne, um físico do Instituto de Tecnologia da Califórnia (CalTech), que é especialista na Teoria da Relatividade. O enredo do filme deve acompanhar um grupo de exploradores espaciais, que acaba por ir parar a outra dimensão, através de um wormhole no espaço.



Foram divulgadas várias imagens e fotos do set de "Terminator: Genisys" . O filme é realizado por Alan Taylor, através do argumento de Laeta Kalogridis ("Avatar", "Shutter Island") e Patrick Lussier ("Drive Angry)".

O enredo do novo filme da saga "Terminator" ainda não é conhecido. Vale a pena recordar que Emilia Clarke ("Game of Thrones") vai dar vida a Sarah Connor, Jason Clarke ("Zero Dark Thirty") vai interpretar John Connor, e Jai Courtney ("A Good Day to Die Hard") ficou com o papel de Kyle Reese. O filme conta ainda no elenco com Arnold Schwarzenegger, J.K. Simmons, Dayo Okeniyi, Byung-hun Lee, Michael Gladis, Sandrine Holt, Matt Smith, entre outros.

- Já se encontra online um novo trailer e poster de "The SpongeBob Movie: Sponge Out of Water". O filme é realizado por Paul Tibbitt, através do argumento de Jonathan Aibel e Glenn Berger. 


O enredo de "The SpongeBob Movie: Sponge Out of Water" acompanha SpongeBob e os seus amigos numa aventura pela superfície, tendo em vista a salvarem o Bikini Bottom.



- Foi divulgado um novo poster de "A Most Violent Year", um filme realizado por J.C. Chandor ("All is Lost"), através do argumento do próprio. O filme conta no elenco com Oscar Isaac, Jessica Chastain, Albert Brooks, Alfred Molina, entre outros.

O enredo de "A Most Violent Year" desenrola-se em Nova Iorque, no Inverno de 1981, estatisticamente considerado como um dos anos mais violentos da história da cidade. O filme segue um imigrante (Oscar Isaac) e a sua família, enquanto procuram expandir o seu negócio e capitalizar as oportunidades que lhes surgem, ao mesmo tempo que têm de lidar com a crescente violência e corrupção que ameaçam derrubar tudo aquilo que construíram.

- Foi divulgada uma nova imagem de "Inherent Vice", o novo filme do realizador Paul Thomas Anderson. A imagem centra-se nos personagens interpretados por Joaquin Phoenix e Reese Witherspoon. O filme vai estrear a 12 de Dezembro de 2014 nos EUA. "Inherent Vice" conta com um elenco de luxo onde constam nomes como Joaquin Phoenix, Josh Brolin, Martin Short, Jena Malone, Reese Witherspoon, Owen Wilson, Benicio Del Toro, Maya Rudolph, entre outros.
O argumento do filme é escrito por Paul Thomas Anderson, sendo baseado no livro Inherent Vice, de Thomas Pynchon. O livro foi publicado em Portugal com o título "Vício Intrínseco" e tem a seguinte sinopse (via Bertrand): «Em parte noir, em parte farsa psicadélica, protagonizado por Doc Sportello (Phoenix), detective privado, que de vez em quando se ergue de uma névoa de marijuana para assistir ao fim de uma era.
Há já algum tempo que Doc Sportello não vê a ex-namorada. Mas um dia ela aparece com uma história acerca de um plano para raptar o milionário por quem por acaso se apaixonou. Esta ponta solta dos anos sessenta em Los Angeles é o mote para o livro, mas Doc sabe que o «amor» não passa de mais uma palavra que anda na moda, como trip ou «curte». Mais um livro inesquecível de um dos escritores mais influentes da actualidade».

- A Variety noticiou que Seth Rogen vai juntar-se a Christian Bale no elenco do filme biográfico sobre Steve Jobs que vai ser realizado por Danny Boyle. O filme vai contar com o argumento de Aaron Sorkin ("The West Wing"), tendo como base o livro "Steve Jobs", escrito por Walter Isaacson. Bale vai dar vida a Steve Jobs, enquanto que Rogen vai interpretar Steve Wozniak.
O livro de Walter Isaacson foi lançado originalmente no dia 24 de Outubro de 2011. "Steve Jobs" foi publicado em Portugal pela editora Objectiva e tem a seguinte sinopse (site da Bertrand): Conheça um percurso de vida marcado pelo inconformismo, pelas conquistas, por lançamentos de sucesso e discursos apaixonantes. Deles é feita a história da Apple e de uma figura incontornável no mundo da tecnologia e dos negócios. Seguido por muitos e respeitado por todos, Steve Jobs, hoje uma espécie de segunda designação para o que atualmente reconhecemos como "inovação".
  A única biografia autorizada de Steve Jobs baseia-se em dezenas de entrevistas ao líder da Apple, aos seus familiares, amigos, colegas e até adversários. O resultado é uma história de vida fascinante e intensa, marcada pela personalidade invulgar de um empreendedor criativo, determinado e perfeccionista. Steve Jobs colaborou activamente no processo de criação desta biografia, partilhando experiências até agora nunca reveladas, com uma transparência e sinceridade inesperadas. Porque não temia a verdade, Jobs não impôs quaisquer limites ao biógrafo e aceitou falar de tudo. Igualmente reveladoras são as impressões dos seus amigos, companheiros e colegas, que contribuem para formar a imagem de um homem apaixonado, complexo e genial, nos negócios e na vida. Apoiado no inconformismo e numa vontade férrea, Steve Jobs revolucionou a indústria dos computadores, dos filmes de animação, da música e dos telefones. Transformou o modo como nos relacionamos com a tecnologia e deixou ao mundo um importantíssimo legado de inovação e criatividade.
  As suas criações reflectem a sua personalidade, tão carismática quanto problemática. A sua história de vida, marcada por altos e baixos, conquistas e obstáculos, é extremamente inspiradora, recheada de lições de inovação, liderança, carácter e valores.   

- De acordo com o Screen Daily, Naomi Watts, Susan Sarandon e Elle Fanning vão protagonizar "Three Generations", uma "dramédia" que vai ser realizada por Gaby Dellal. O argumento está a cargo de Nikole Beckwith. O enredo de "Three Generations" desenrola-se em Nova Iorque e acompanha três gerações de mulheres cujas vidas se encontram interligadas. Temos uma jovem adolescente que procura mudar de sexo, a sua mãe solteira e a sua avó, uma lésbica que trabalha como agente musical.
 
- O The Hollywood Reporter noticiou que Dev Patel e Nicole Kidman vão protagonizar "Lion", um projecto que a The Weinstein Co. vai apresentar a possíveis compradores no American Film Market. O argumento de "Lion" é baseado no artigo "A Long Way Home" da Vanity Fair, escrito por Saroo Brierley. O enredo de "Lion" acompanha um jovem sem-abrigo oriundo de Calcutá (Patel) que é adoptado por um casal na Austrália. O filme vai ser realizado por Garth Davis, através do argumento de Luke Davies.

- "Skull Island" vai contar com um novo argumentista. O Deadline noticiou que John Gatins ("Flight") vai escrever o novo tratamento do argumento de "Skull Island". O argumento inicial foi elaborado por Max Borenstein. O filme vai ser realizado por Jordan Vogt-Roberts ("The Kings of Summer") e protagonizado por Tom Hiddleston. "Skull Island" vai abordar as míticas origens de King Kong. "Skull Island" estreia a 4 de Novembro de 2016 nos EUA.

Resenha Crítica: "Unknown Pleasures" (Ren xiao yao)

 A juventude sem rumo aparente e inconsequente volta a estar em destaque numa obra de Jia Zhangke, com este a colocar-nos sobretudo perante três jovens de Datong, um local da província de Shaanxi, longe dos grandes espaços citadinos, onde a modernidade e a tradição se parecem reunir de forma complicada e as transformações nem sempre se parecem traduzir numa melhoria de qualidade de vida para os seus habitantes. Bin Bin (Zhao Weiwei) é um jovem de dezanove anos, recentemente desempregado, que pondera inscrever-se no exército. Este vive com a sua mãe, uma mulher que pertence ao grupo Falun Gong, tendo em Xiao Ji (Wu Qiong) o seu melhor amigo. Xiao Ji é ainda mais inconsequente do que este, vivendo com o pai, tendo na actividade de andar de mota algo que lhe parece dar um certo prazer. Este apaixona-se por Qiao Qiao (Zhao Tao), uma cantora e dançarina da companhia Mongolian King Liquor, uma jovem belíssima que conhece durante uma audição para seleccionar membros para participarem no espectáculo da mesma. Qiao Qiao tem uma relação com Qiao San (Li Zhubin), um agiota poderoso, que a trata quase como um objecto, embora lhe proporcione os luxos que poucos lhe podem dar. Este trio de protagonistas parece ter poucos objectivos para a vida. Qiao Qiao canta, dança e encanta os homens, vagueando entre os valores modernos e tradicionais da mulher, começando aos poucos a contactar com Xiao Ji, sobretudo quando o progenitor desta é internado no hospital. Xiao Ji não sabe bem o que pretende da vida, tal como Bin Bin. Este último ainda namora com Yuan Yuan (Zhou Qingfeng), uma das poucas personagens que parece apresentar objectivos para o futuro, pretendendo ir estudar para Pequim, algo que contrasta e muito com os elementos que rodeiam o enredo, uma situação que explica o facto desta nunca aparecer em conjunto com os outros dois elementos. Todos estes elementos são filhos únicos, com Jia Zhangke a abordar temáticas relacionadas com esta geração do "controle de nascimentos", com cada um destes personagens a parecer viver uma crise existencial, com a chegada à idade adulta a parecer trazer mais desilusões do que alegrias e certezas. Bin Bin é um elemento relativamente magro, algo apático, que mantém uma relação algo distante com a namorada, apesar de se notar que a ama, descobrindo padecer de hepatite, algo que coloca em risco o seu futuro já por si pouco promissor. O personagem interpretado por Zhao Weiwei envolve-se ainda em negócios menos claros com Xiao Wu (Wang Hongwei), um criminoso que lhe empresta dinheiro, com este último a obrigá-lo a vender filmes piratas, incluindo "Xiao Wu", "Platform" (as duas primeiras longas-metragens de Jia Zhangke) e "Love Will Tear Us Apart" (realizado por Yu Lik-wai, o director de fotografia), com o filme a subtilmente e com algum humor à mistura evidenciar como os primeiros trabalhos de Zhangke foram ganhando popularidade graças ao meio undergrond devido à sua exibição ser proibida na China. Diga-se que as referências cinematográficas não se vão ficar por aqui, com Xiao Ji a comentar com Qiao Qiao sobre a cena de um assalto em "Pulp Fiction" de Quentin Tarantino, indo posteriormente imitar com esta a dança dos personagens interpretados por Uma Thurman e John Travolta, algo revelador desta mescla de culturas entre o Ocidente e o Oriente, entre a modernidade e a tradição, que parece causar uma crise de identidade.

Xiao Ji parece algo impulsivo. Deseja Qiao Qiao mas sabe que esta situação o pode colocar em perigo, num território marcado por esta geração de jovens que parece algo à parte da sociedade do seu tempo. Querem impor-se mas não parecem saber como, enquanto Jia Zhangke volta a dar espaço para explorar questões ligadas com os personagens das margens e a forma como as transformações culturais, sociais e económicas assolam as gentes destes espaços distantes das grandes metrópoles e nem sempre trazem vantagens para as mesmas. Estes têm acesso a elementos capitalistas e supostamente até alguma diversão como é visível na discoteca e nos espectáculos da Mongolian King Liquor, mas a solidão e a pobreza nem por isso deixa o quotidiano destes elementos, onde as assimetrias sociais são visíveis. Seja a pobreza financeira, seja a pobreza de objectivos, seja a pobreza de valores, ao mesmo tempo que parecem esconder alguma violência que mais tarde ou mais cedo se pode evidenciar. Veja-se os momentos finais do filme, com Jia Zhangke a deixar-nos ainda perante a dicotomia entre os elementos mais favorecidos como Qiao San e os mais desfavorecidos, em particular o trio de protagonistas, ao mesmo tempo que explora temáticas como a identidade. Quem são estes jovens e o que pretendem para a vida? Muito provavelmente nem estes sabem, numa China em mudança, onde assistimos ao anúncio da atribuição da organização dos Jogos Olímpicos em Pequim, embora estas transformações não se verifiquem em todos os locais. Veja-se as parcas condições do hospital onde se encontram as vítimas de um atentado numa fábrica, bem como as habitações de Xiao Ji e Bin Bin, degradadas e longe do glamour de lojas como a da Pierre Cardin que podemos encontrar a permear o cenário. Diga-se que este cenário é uma mescla estranha de se observar. Espectáculos típicos tradicionais misturam-se com elementos ocidentais, fábricas e lojas de luxo reúnem-se pelas proximidades, dólares e yuans são utilizados, os contrastes entre ricos e pobres evidenciam-se cada vez mais, com Jia Zhangke a deixar-nos perante uma série de dicotomias que evidenciam um pouco o pessimismo que rodeia o quotidiano destes personagens. O elenco é bastante competente, com Jia Zhangke a voltar a reunir-se com Zhao Tao, a sua esposa e musa. A personagem desta é uma mulher dada aos luxos que não parece gostar de ser tratada como objecto mas também não quer perder o poder que o dinheiro lhe dá, proporcionando algumas peculiares cenas com Xiao Ji, onde o fumo dos cigarros permite exprimir uma troca de sentimentos. Jia Zhangke explora com algum realismo, beleza e crueza esta obra marcada por contrastes, de prazeres escondidos, onde os planos de longa duração são utilizados com mestria e a cinematografia é capaz de explorar este espaço industrial onde a desesperança parece reinar pela juventude.

 Será esta falta de objectivos culpa destes jovens ou do espaço que os rodeia? A resposta não parece ser fácil, com o cineasta a abordar temáticas que atravessam as suas obras, tais como as mudanças no território da China e a influência que estas têm na juventude, a exploração de temas ligados aos territórios das margens, com "Unknown Pleasures" a deixar-nos perante um grupo de personagens que parecem proibidos de sonhar. A crise de identidade atravessa-os e ao território, com o filme a abordar ainda algumas questões da época, tais como alguns conflitos diplomáticos com os EUA e o exército como um meio de escape para a miséria. Bin Bin vê no exército uma saída para o beco escuro onde se encontra profissionalmente e emocionalmente, com Zhao Weiwei a evidenciar a incapacidade deste personagem em sair de uma espécie de letargia que até já vem da sua própria mãe. Este trio que nos é apresentado está longe de surgir como filhos de pais abonados, algo que ainda lhes corta mais os seus sonhos e objectivos, sobretudo se tivermos em linha de conta que estamos perante uma sociedade ainda bastante estratificada. A câmara de filmar segue estes personagens, acompanha-os atentamente e ao território, ao mesmo tempo que vemos gradualmente esvairem-se as esperanças que estes poderiam ter de conseguirem ser consequentes. Em certa parte até nos fazem lembrar a juventude de alguns filmes de Godard dos anos 60. Veja-se o jovem idealista mas inconsequente interpretado por Jean-Pierre Léaud em "Masculin Féminin", numa obra ainda aparentemente inspirada no neorrealismo. Nem se pode falar que este comportamento dos protagonistas se deve a uma total falta de informação. A cultura cinematográfica chega-lhes ainda que de forma pirateada, a televisão expõe alguns casos de relevo da actualidade, mas estes parecem pouco preocupados com tudo o que os rodeia. Em certa parte até existe um certo egoísmo, ou melhor, uma incapacidade destes personagens em formarem uma personalidade vincada perante um fluxo diferente de informação e cultura, vivendo tempos de mudança para os quais ainda não estão adaptados. A esperança parece pouca para estes personagens. Já os filmes de Jia Zhangke, esses transportam-nos para outra realidade, tendo a meritória capacidade de nos fazer reflectir e embrenhar para o interior dos enredos que nos apresenta.

Título original: "Ren xiao yao".
Título em inglês: "Unknown Pleasures".
Realizador: Jia Zhangke.
Argumento:  Jia Zhangke.
Elenco: Zhao Weiwei, Wu Qiong, Zhao Tao.

29 outubro 2014

Notícias - 29 de Outubro de 2014 - Novo poster de "Foxcatcher"; Trailer final de "The Hunger Games: Mockingjay - Part 1"; Oito posters de personagens de "Insurgent"; "Terminator: Genisys" em destaque nas capas da EW; Teaser poster de "Ex Machina"; Keanu Reeves vai protagonizar "Replics"; Seis novos posters de "The Book of Life"; Greg Kinnear e Renee Zellweger protagonizam "Same Kind of Different as Me"; TV Spot de "Agent Carter"; Clip de "Avengers: Age of Ultron"

- Keanu Reeves vai protagonizar "Replics", um filme realizado por Tanya Wexler ("Hysteria"), através do argumento de Chad St. Johnson. Keanu Reeves vai interpretar um neurocientista cuja família morre num acidente de viação. Este utiliza o conhecimento que tem para ressuscitar a família, algo que vai contra o Governo, a política e as leis da ciência.

- Foram divulgados seis novos posters internacionais de "The Book of Life" (anteriormente "Day of the Dead"), um filme produzido por Guillermo del Toro ("Pacific Rim", "Pan's Labyrinth"). O filme é realizado por Jorge R. Gutierrez ("El Tigre"), através de argumento deste último e Doug Langdale. "The Book of Life" conta no elenco vocal com Channing Tatum, Zoe Saldana, Diego Luna, Christina Applegate, Ice Cube, Kate del Castillo, Ron Perlman, Cheech Marin, Hector Elizondo, Placido Domingo, Ana de la Reguera, Eugenio Derbez, Gabriel Iglesias, Ricardo Sanchez e Danny Trejo.


 "The Book of Life" é um filme de animação em computação gráfica que tem como pano de fundo o "Dia dos Mortos" mexicano. O enredo centra-se em Manolo, um jovem que se encontra dividido entre seguir o seu coração e seguir as expectativas dos seus pais. Antes de escolher o seu caminho, Manolo embarca numa incrível aventura que se expande por mundos fantásticos onde este vai ter de enfrentar os seus maiores medos. O filme de animação terá na música uma componente muito forte, pelo que a banda sonora irá contar com vários nomes de primeira linha do Mundo da música que irão cantar músicas inéditas ou reimaginar grandes êxitos.

- A Paramount anunciou que Greg Kinnear, Renee Zellweger, Djimon Hounsou e Jon Voight vão protagonizar "Same Kind of Different as Me", um filme baseado na obra literária homónima da autoria de Ron Hall, Deven Moore e Lynn Vincent. O filme vai ser realizado por Michael Carney ("Jew"), através do argumento do próprio, Alexander Foard e Ron Hall. O enredo de "Same Kind of Different as Me" centra-se em Ron Hall (Greg Kinnear), um negociador de arte que forma amizade com um perigoso sem-abrigo (Hounsou), tendo em vista a salvar o seu casamento com a esposa (Zellweger), uma mulher cujos sonhos prometem conduzir os personagens a uma das mais memoráveis jornadas das suas vidas.

- Foi divulgado um TV Spot de "Agent Carter", uma série protagonizada por Hayley Atwell. "Agent Carter" é baseado em Peggy Carter, uma personagem da Marvel que surgiu pela primeira vez no grande ecrã em "Captain America: The First Avenger". A série conta ainda no elenco com Dominic Cooper, James D’Arcy, Chad Michael Murray, Enver Gjokai e Shea Whigham.



- Foi divulgado um clip de "Avengers: Age of Ultron". continuação de "Os Vingadores" é realizada por Joss Whedon, a partir do argumento do próprio, e conta no elenco com Robert Downey Jr como Tony Stark aka Iron Man, Samuel L. Jackson como Nick Fury, Chris Hemsworth como Thor, Mark Ruffalo como Hulk, Jeremy Renner como Hawkeye, Chris Evans como o carismático Capitão América, Jeremy Renner como Hawkeye, James Spader como Ultron, Elizabeth Olsen como Scarlet Witch, Aaron Taylor-Johnson como Quicksilver, Thomas Kretschmann como Barão Wolfgang Von Strucker, Paul Bettany como The Vision, entre outros.
O título "Age of Ultron" remete para a minissérie de Comics homónima, escrita por Brian Michael Bendis, com o enredo a contar com Ultron como antagonista. "Age of Ultron" contou com dez volumes, que foram publicados entre Março a Junho de 2013.



- Adewale Akinnuoye-Agbaje vai juntar-se a Will Smith, Gugu Mbatha-Raw, Alec Baldwin, Bitsie Tulloch e Albert Brooks no elenco do filme ainda sem título sobre as lesões no futebol americano. Peter Landesman (“Parkland”) vai realizar o filme. A produção está a cargo de Giannina Facio, Ridley Scott e Michael Schaefe. O argumento do filme é escrito por Peter Landesman, tendo como base o artigo “Game Brain” da GQ, escrito por Jeanne Marie Laskas.

- Foi divulgado um teaser poster de "Ex Machina", um filme de ficção-científica que marca a estreia do argumentista Alex Garland ("Dredd") na realização cinematográfica. O filme conta no elenco com Alicia Vikander, Oscar Isaac, Domhnall Gleeson, entre outros.
O enredo de "Ex Machina" acompanha um programador milionário que escolhe um jovem funcionário para ajudá-lo a testar uma robô do sexo feminino, que conta com inteligência artificial.

- "Terminator: Genisys" encontra-se em destaque nas duas capas da EW. O filme é realizado por Alan Taylor, através do argumento de Laeta Kalogridis ("Avatar", "Shutter Island") e Patrick Lussier ("Drive Angry)".

O enredo do novo filme da saga "Terminator" ainda não é conhecido. Vale a pena recordar que Emilia Clarke ("Game of Thrones") vai dar vida a Sarah Connor, Jason Clarke ("Zero Dark Thirty") vai interpretar John Connor, e Jai Courtney ("A Good Day to Die Hard") ficou com o papel de Kyle Reese. O filme conta ainda no elenco com Arnold Schwarzenegger, J.K. Simmons, Dayo Okeniyi, Byung-hun Lee, Michael Gladis, Sandrine Holt, Matt Smith, entre outros.

-  Já se encontra online o trailer final de "The Hunger Games: Mockingjay - Part 1". O filme é realizado por Francis Lawrence ("The Hunger Games: Catching Fire"). "The Hunger Games: Mockingjay" conta no elenco com Natalie Dormer, Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Woody Harrelson, Elizabeth Banks, Philip Seymour Hoffman, Jeffrey Wright, Stanley Tucci, Donald Sutherland, Stef Dawson, Evan Ross, Robert Knepper e Julianne Moore.

"The Hunger Games: Mockingjay" foi publicado em Portugal com o título: "Os Jogos da Fome - Revolta" e tem a seguinte sinopse (Bertrand): Katniss Everdeen não devia estar viva. Mas, apesar dos planos do Capitólio, a rapariga em chamas sobreviveu e está agora junto de Gale, da mãe e da irmã no Distrito 13. Recuperando pouco a pouco dos ferimentos que sofreu na arena, Katniss procura adaptar-se à nova realidade: Peeta foi capturado pelo Capitólio, o Distrito 12 já não existe e a revolução está prestes a começar. Agora estão todos a contar com Katniss para continuar a desempenhar o seu papel, assumir a responsabilidade por inúmeras vidas e mudar para sempre o destino de Panem - independentemente de tudo aquilo que terá de sacrificar…



Foi divulgado mais um poster de "Foxcatcher", o novo filme do realizador Bennett Miller ("Moneyball"). "Foxcatcher" é realizado por Bennett Miller ("Moneyball"), através do argumento de E. Max Frye e Dan Futterman ("Capote"). O filme conta no elenco com Mark Ruffalo ("The Avengers"), Steve Carell ("The Office"), Channing Tatum ("Magic Mike"), Sienna Miller ("Yellow") e Anthony Michael Hall ("Weird Science").
O enredo de "Foxcatcher" é inspirado numa história verídica, nomeadamente, no assassinato de um atleta olímpico de luta greco-romana às mãos do paranoico John du Pont. A história acompanha John du Pont, o herdeiro de uma fortuna considerável que decide abrir um ginásio destinado aos praticantes de luta greco-romana chamado Team Foxcatcher. Em 1996, este assassinou a tiro David Schultz, atleta olímpico e medalha de ouro. A polícia nunca conseguiu estabelecer uma causa para este crime, tendo a esquizofrenia de John du Pont sido apontada como uma das causas.

- Foi divulgado um novo trailer de "Serena", um filme realizado por Susanne Bier ("In a Better World"), através do argumento de Chris Kyle. O filme conta no elenco com Bradley Cooper ("The A-Team") e Jennifer Lawrence ("The Hunger Games"), Rhys Ifans ("The Amazing Spider-Man") e Toby Jones ("Captain America: The First Avenger").
O filme tem a seguinte sinopse: Situado nas montanhas da Carolina do Norte na década de 1920, "SERENA" é uma história de amor entre George Pemberton (Bradley Cooper) e a sua jovem mulher Serena (Jennifer Lawrence), uma estreante no mundo dos negócios da exploração da terra e da madeira. A força e capacidade de liderança de Serena surpreende os trabalhadores e as ambições que ela tem sobre o crescimento da empresa aumentam à medida que se prepara para lutar contra o governo para manter as suas terras em vez de as vender para os Parques Nacionais. Mas a tragédia atinge este casal depois de Serena sofrer um aborto e descobrir que não pode mais ter filhos. Esta condição faz com que não consiga suportar a ideia do filho ilegítimo que o seu marido teve de uma relação anterior e acaba por contratar um dos funcionários para assassinar o filho antes de estes se conhecerem.



Foram divulgados oito posters de personagens de "Insurgent". O filme vai ser realizado por Robert Schwentke ("Red"), através do argumento de Akiva Goldsman e Brian Duffield. "Insurgent" conta no elenco com Shailene Woodley, Theo James, Kate Winslet, Octavia Spencer, Naomi Watts, entre outros.




"Insurgent" foi publicado em Portugal" com o título "Insurgente" e conta com a seguinte sinopse (via Wook):
 A tua escolha pode transformar-te - ou destruir-te. Mas qualquer escolha implica consequências, e à medida que as várias fações começam a insurgir-se, Tris Prior precisa de continuar a lutar pelos que ama - e por ela própria.
 O dia da iniciação de Tris devia ter sido marcado pela celebração com a fação escolhida. No entanto, o dia termina da pior forma possível. À medida que o conflito entre as diferentes fações e as ideologias de cada uma se agita, a guerra parece ser inevitável. Escolher é cada vez mais incontornável... e fatal.
 Transformada pelas próprias decisões mas ainda assombrada pela dor e pela culpa, Tris terá de aceitar em pleno o seu estatuto de Divergente, mesmo que não compreenda completamente o que poderá vir a perder.